quinta-feira, 2 de julho de 2015

Desabafo #10


Ver este filme fez-me pensar em ti, nas saudades que tenho de te abraçar, de te tocar, de te ver sorrir. Oh meu deus, como eu adorava o teu sorriso, a tua voz, as tuas rugas, os teus olhos! Eu adorava tudo em ti. Nunca pensei muito nisso, porque me esqueci que não eras imortal.No dia em que te deixei no Hospital eu soube que não voltavas para casa para junto de mim, sempre desconfiaste dos meus pressentimentos mas davas-me ouvidos. Tu és a razão pela qual eu não consigo chorar à frente da minha mãe quando estou triste, porque eu sei que tenho de ser forte. Tenho de sorrir por mais que me doa, por mais que a vida sem ti já não seja a mesma coisa. Eu sei que tenho um sorriso bonito e que muita gente acha que passo a vida a sorrir, mas se elas soubessem o que já passei, o que já passamos... Perder-te não teve qualquer comparação. Doeu e dói que se farta.
Gostava de marcar a vida de alguém como tu marcaste a minha! Volta para mim, volta para me abraçar, para me dar um beijo na testa e me ajudar a levantar quando cair, volta para te rires comigo e te rires de mim, volta por mim!
Cresci emocionalmente nestes últimos 8 meses, mas continuo aquela menininha que conheceste. Aquela rapariguinha que só faz asneiras e não para quieta. 

2 comentários:

  1. Nunca vi esse filme, é bom quando algo nos faz lembrar coisas ou pessoas :)

    ResponderEliminar
  2. Nunca vi este filme :-)

    http://thelifestyleandfashion.blogspot.pt

    ResponderEliminar